Cinco dicas para facilitar a amamentação

Laços entre pais e filhos

O vínculo entre mãe e filho é especial e praticamente automático, mas a participação do pai é fundamental para que a criança se sinta amada e protegida.

O pai, diferente da mulher, não sente as mudanças físicas da gestação. Ricardo Monezi, psicobiólogo e pesquisador do Instituto de Medicina Comportamental da universidade Federal de São Paulo, explica que o ser pai é uma realidade que, muitas vezes, só acontece quando a criança nasce.

Para criar o vínculo, o papai deve iniciar na gravidez, fazendo contato com a barriga da mulher e conversando com o feto, por exemplo. Acompanhar a mãe às consultas médicas e se inteirar sobre os assuntos do universo do bebê também ajuda os pais a criar laços com os filhos, e a passar mais segurança às futuras mamães.

Após o nascimento, é fundamental ajudar nos cuidados diários do bebê. Nos primeiros meses, a principal função do pai é dar suporte à mãe. Assumir as tarefas quando a mãe está muito cansada, por exemplo, aproxima o pai do bebê. Apesar de a nova situação possivelmente trazer insegurança aos novos pais, aproximar-se do bebê é um exercício para a perda de medo.

Saiba mais.

Laços entre pais e filhos