A causa da depressão pós-parto

A causa da depressão pós-parto

É natural que após o nascimento do bebê, a mãe seja surpreendida com inúmeros sentimentos. Alguns desses sentimentos podem ser bastante desagradáveis, como a melancolia, a irritação e a tristeza constante.

É importante frisar que todos esses sentimentos são considerados normais e de uma forma natural devem desaparecer com o tempo. Entretanto, existe a forma mais agressiva da afloração desses sentimentos, que tende a persistir com o tempo – é a chamada depressão pós-parto.

Diferentemente do que muitos acreditam, a depressão pós-parto é uma doença como outra qualquer, devendo ser tratada com medicamentos adequados. Vale ressaltar que a depressão pós-parto ocorre com uma minoria das mamães e para ser tratada é necessário que ocorra um diagnóstico executado por um psiquiatra.

A origem da depressão pós-parto está associada a um desequilíbrio hormonal.  Durante o parto, é produzido no corpo feminino um hormônio chamado ocitocina. Esse hormônio é responsável pelas contrações uterinas e pela ejeção de leite na amamentação. A progesterona, que é outro hormônio produzido no corpo da mulher, em doses ideais, é capaz de atenuar os efeitos psíquicos causados pela ocitocina.

O problema acontece quando a produção de progesterona ocorre em quantidades inferiores ao que é necessário. Essa deficiência tenderá a causar na mãe um quadro de depressão, fazendo com que ela se sinta culpada por sentir certa rejeição ao bebê.

As causas para a deficiência na produção de progesterona são várias e quase sempre estão associadas ao uso prolongado de anticoncepcionais. Os ovários de uma mulher que optou pelo uso de anticoncepcionais por muito tempo tende a produzir menos progesterona que os ovários de uma mulher que nunca fez uso desse tipo de medicamento.

De qualquer forma, a mamãe não deve se desesperar com qualquer sentimento que acometê-la após o nascimento do bebê. Somente uma avaliação clínica cuidadosa será capaz de confirmar ou mesmo desvendar  as origens de uma eventual depressão pós-parto.