Como escolher a maternidade

Os noves meses de gestação geram grande ansiedade para a mamãe e o papai. Assim, é importante que ocorra um planejamento ao definir o médico, o tipo de parto e a maternidade, pois cada detalhe precisa ser cuidadosamente analisado conforme as condições e expectativas dos pais, garantindo a saúde e o bem-estar tanto da mãe quanto da criança. Entre as diversas decisões, a escolha planejada da maternidade é essencial para a mamãe sentir-se segura no dia do parto, entretanto, para evitar possíveis aborrecimentos, recomenda-se uma checagem junto ao convênio médico para verificar a cobertura do mesmo, bem como a disponibilidade do obstetra em atender no hospital desejado.

O que considerar na hora de escolher a maternidade?

– Consulte um obstetra antes de escolher a maternidade, pois este poderá orientar quanto à alternativa mais adequada ao seu plano de saúde. Converse também com parentes e amigos que já passaram por essa experiência;

– Observe a limpeza e as instalações do hospital;

– Dê preferência a uma instituição que autorize a presença de um acompanhante em todo o processo do parto;

– Atenção à segurança do local. Cheque se o hospital possui controle de passagem (entrada e saída) dos profissionais e visitantes;

– Analise toda a infra-estrutura de apoio da maternidade.  Opte por àquelas que possuem aparato tecnológico como Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para a mãe e UTI neonatal para o bebê, laboratório próprio para realizar exames de sangue e urina, ultrassom, raios X, tomografia computadorizada, entre outros;

– Questione sobre o atendimento dos profissionais de enfermagem, pediatra e aproveite para esclarecer todas as dúvidas;

– Certifique-se se o hospital possui Banco de Leite Humano (se necessário, no caso de recém-nascido prematuro);

– O conforto oferecido no quarto também é fundamental para a mamãe e os familiares. Verifique se o seu plano dá o direito ao quarto individual ou coletivo;

– Importante: quando visitar a maternidade, procure informações sobre os hospitais credenciados ao seu convênio e não se esqueça de checar os custos extras;

– Tenha em vista uma segunda maternidade de sua preferência, pois é possível que o primeiro local esteja lotado no dia do nascimento do seu bebê;

– Leve em conta à logística de sua residência até a maternidade. Quando o bebê estiver a caminho o trajeto deverá ser rápido.

Seguindo essas orientações, mantenha a tranquilidade e aguarde a chegada do seu bebê com todo amor e carinho. Boa Sorte!