Cuidados com a beleza na gravidez

Cuidados com os dentes e gengivas durante a gravidez

Durante a gravidez, não são só os cabelos, a pele e o corpo que merecem atenção e cuidados especiais. Os dentes e as gengivas também necessitam de certo esforço por parte da mãe, além disso, quando o assunto é a saúde da boca, devemos também levar em conta a formação dos dentes do bebê.

Tudo começa com uma boa alimentação. Se a mamãe se alimentar de forma errada, exagerando nos níveis de açúcar, é bem provável que o bebê nascerá com certa tendência a alimentos doces, o que significa um ponto negativo para a sua saúde, uma vez que terão maior predisposição a caries. Portanto é de extrema importância que a mãe tenha uma alimentação correta, priorizando alimentos ricos em cálcio, fósforo e outros minerais que contribuirão para a boa formação dos dentes do bebê.

Quando a mamãe ainda está planejando a sua gravidez, é importante que visite o dentista com certa urgência, para que todos os tratamentos necessários sejam efetuados antes da gravidez. Entretanto, se ela já estiver grávida, é aconselhável iniciar o tratamento entre o quarto e o sexto mês de gestação, já que os primeiros meses correspondem ao período que o bebê ainda está em formação. A gestante não deve deixar de visitar o dentista no período de gravidez, pois qualquer problema em sua saúde bocal pode trazer conseqüências à saúde do bebê.

Durante a gravidez, os dentes e gengivas ficam mais sensíveis a inflamações. Estudos mostram que muitas mulheres adquirem gengivite durante a gravidez, devido ao acúmulo de placa bacteriana nos dentes, que acabam por causar irritação na gengiva. Sendo assim, é importante que a mamãe adote certas hábitos, como: utilização do fio dental diariamente, escovação diária após as refeições, utilização de escova macia e creme dental com flúor, alimentação equilibrada, evitando alimentos ricos em açúcar.

Vale lembrar que as mulheres devem sempre informar seus dentistas a respeito da gravidez, mesmo quando a consulta for de emergência, uma vez certos cuidados são necessários nesse período. O uso de anestesia, de certos medicamentos ou mesmo de radiografia deverão ser evitados, a menos que sejam extremamente necessários para o tratamento. Portanto, a decisão do que é melhor para o tratamento bucal da mãe será tomada em conjunto com o dentista e o ginecologista.