Quando o bebê se recusa a mamar

A recusa de um bebê ao aleitamento materno é sua forma de comunicar que algo está errado. Alguns dos motivos mais comuns são a pega incorreta; dor na boca devido à dentição, a uma afta ou infecção; a criança estar com otite, resfriado ou nariz entupido; complementação excessiva da alimentação com mamadeiras e grande alteração na rotina da criança.

Para resolver o problema, recomenda-se além de tirar o leite em intervalos regulares, tentar oferecer o peito quando o bebê estiver dormindo ou adormecendo, mudar de posição ou movimentar-se ao amamentar, dar de mamar em um local tranquilo, cultivar o contato físico com a criança, e levá-la ao pediatra, para descartar outras causas médicas.

Saiba mais.

Quando o bebê se recusa a mamar